Prefeitos do mundo todo alertam para ameaças à humanidade e se comprometem com metas da ONU

0
56
Saif al-Islam Gaddafi, shown in this file photo taken on August 23, 2011 in the Libyan capital Tripoli, is said to have been freed after more than five years in captivity (AFP Photo/IMED LAMLOUM)
Reuters
Mais de 65 prefeitos de todo o mundo se comprometeram nesta quarta-feira a implementar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas (ODS) em suas cidades e a combater o aquecimento global, dizendo que as sociedades enfrentam várias ameaças.
Os prefeitos firmaram um compromisso durante conferência sediada pelo Vaticano com participantes como Fernando Haddad (São Paulo), Eduardo Paes (Rio de Janeiro), Bill de Blasio (Nova York) e Anne Hildago (Paris), além dos prefeitos de Estocolmo, Johanesburgo e da Cidade do México.
“A própria essência de nossas sociedades está ameaçada pelas desigualdades crescentes, pelas necessidades negligenciadas dos extremamente pobres e extremamente vulneráveis e por um meio ambiente sendo afetado por ondas de calor mais frequentes e intensas, secas, inundações, aumento do nível dos mares e outras ameaças relacionadas ao clima”, afirma o compromisso.
A Organização das Nações Unidas (ONU) deve adotar em setembro os ODS, que incluem 17 compromissos de líderes mundiais para erradicar a fome e a pobreza extrema até 2030, reduzir a desigualdade dentro dos países e entre eles, conquistar a igualdade de gêneros, garantir a administração sustentável da água e da energia e adotar ações urgentes para combater a mudança climática.
Cumprir os objetivos custaria entre 3,3 e 4,5 trilhões de dólares por ano, e lutar contra a mudança climática e se adaptar a seus efeitos irá custar aos países pobres estimados 100 bilhões de dólares anuais.
Os prefeitos, aos quais o papa Francisco discursou na terça-feira, prometeram divulgar as conquistas dos ODS em suas cidades e formar a Aliança Urbana ODS, comprometida com o desenvolvimento sustentável. A conferência de dois dias foi a mais recente tentativa do Vaticano de influenciar políticas de governo em temas como o desenvolvimento sustentável e a mudança climática.

Leave a reply

By continuing to use the site, you agree to the use of cookies. more information

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close